Treino Online
Home > Conteúdo > Notícias > Thiago André corre no Brasil após bater recorde sub-23 de Joaquim Cruz nos 1.500 m

Thiago André corre no Brasil após bater recorde sub-23 de Joaquim Cruz nos 1.500 m

Logo do Treino Online
Autor: Contrapé de Jornalismo




Meio-fundista da B3 Atletismo, com índice para o Mundial de Londres, disputa a distância uma semana após quebra de marca que durava havia 32 anos; sábado ainda terá Érica de Sena, Darlan Romani, Alexander Russo e Duda da Silva.

 

São Bernardo do Campo - Thiago do Rosário André, da B3 Atletismo, estreia no XXXVI Troféu Brasil correndo os 1.500 m, neste sábado (10/6/2017), às 9h30, na pista da Arena Caixa. Há uma semana, o meio-fundista de 21 anos conquistou o índice para o Mundial de Londres na prova - ganhou o Nijmegen Global Athetics, na Holanda, em 3min35s28, recorde pessoal e recorde sul-americano sub-23 da distância, superando a marca que era de Joaquim Cruz desde 1985 (3min35s70).

Antes do índice dos 1.500 m, Thiago já havia alcançado, em março, a marca mínima nos 800 m (1min45s65, recorde pessoal). No fim de maio, disputou o Prefontaine Classic, etapa de Eugene (EUA) da Diamond League, e venceu a milha com a quinta marca do mundo (3min51s99). Mesmo tendo cumprido tantos objetivos no primeiro semestre, Thiago diz que disputar o Troféu Brasil é sempre especial.

"Fico mais nervoso no Troféu Brasil do que nas outras competições. É quando a gente defende o clube, os nossos parceiros... Eu sempre entro na pista com muita garra, querendo ganhar. E muita gente assiste, a arquibancada fica cheia, as crianças estão vendo e sei que posso ser o espelho de outras pessoas", conta. "Sei que ainda sou um novato, esse é o meu quinto Troféu. Ainda não vai ser fácil, mas estou com menos ansiedade. Estou treinando bem, estou preparado. É ir para a pista e fazer o que eu estou treinando." Thiago ainda correrá a final dos 800 m, no domingo (11/6/2017), às 15h45.

Érica de Sena marcha pelo ouro nas ruas de São Bernardo do Campo

Dentre os outros destaques do programa de provas do Troféu Brasil do sábado está a marcha atlética de 20 km, com Érica de Sena, a partir das 9 horas. Érica lidera - e tem tudo para ganhar - o Circuito Mundial de Marcha Atlética este ano, fez a sua melhor marca do ano em La Coruña (1h29min16, em 3 de junho) e se prepara para brigar por medalha no Mundial de Londres, de 4 a 13 de agosto. Érica conhece o circuito fechado, de 1 km, nas ruas de São Bernardo do Campo. "Eu adoro competir o Troféu. Eu competi forte no último sábado, mas vou fazer uma prova para ganhar a competição." 

Ainda pela manhã, a final dos 400 m, às 10h10, terá um veloz Alexander Russo. O velocista de 22 anos correu pela primeira vez na carreira abaixo dos 46 segundos: cravou 45s91 na semifinal, nesta sexta-feira (9/6). "Dá para buscar o índice", diz o velocista - a marca mínima para o Mundial é 45s50. É a segunda vez na temporada que Alexander melhora seu recorde pessoal. Em sua estreia no ano, em fevereiro, havia cumprido a distância em 46s08. Integrante do 4x400 m no Mundial de Revezamentos, em abril, ajudou o Brasil a se classificar para o Mundial de Londres e correu uma das mais rápidas parciais de toda a competição. Hugo Balduíno e Wagner Cardoso completam o time da B3 na final. No salto em distância, às 10 horas, a prova terá Mauro Vinícius Hilário da Silva, o Duda, Paulo Sérgio Oliveira e Alexsandro Melo, o Bolt.

Darlan Romani volta a competir após o recorde sul-americano

Darlan Romani, de 26 anos, é o favorito ao ouro no arremesso do peso, que terá final a partir das 14h30. O catarinense vem da quebra do recorde sul-americano no Grande Prêmio Brasil, há uma semana, com a impressionante marca de 21,82 m (sua melhor marca pessoal era 21,02 m, na final da Olimpíada Rio/2016, quando foi o 5º colocado).

O atleta, agora 5º no ranking mundial, tem mostrado regularidade na temporada com arremessos acima dos 20 metros. Já fez o índice para o Mundial de Londres (20,50 m) três vezes: em 28 de abril, em Gainsville (EUA), com 20,93 m; em 13 de maio, no Circuito Ouro 6ª Etapa, em São Bernardo, com 20,62 m, e no GP, com 21,82 m. "Essa constância é fundamental para mim. Para saber que estou bem, preciso saber que estou constante nas marcas", disse Darlan. Passou dos 21 m pela segunda vez, e o próximo objetivo é buscar os 22 m. "Não gosto de falar em quanto vou arremessar, mas o objetivo é sempre crescer."

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA agora é B3 Atletismo. A mudança de nome da equipe é consequência do nascimento da B3 S.A., resultado da combinação de atividades entre BM&FBOVESPA e Cetip, efetivada em 30 de março de 2017.

A B3 Atletismo, comprometida com o desenvolvimento do Brasil pelo esporte, tem parceria com CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.

Mais informações: www.B3.com.br/atletismo


+ Notícias

Inscrição Online

+ Inscrições

Fotos e Resultados

Ironman 70.3 Alagoas

, Maceió/AL

Resultados

Track&Field Run Series - Iguatemi JK

, São Paulo/SP

Resultados

Track&Field Run Series - Goiabeiras Shopping

, Cuiabá/MT

Resultados

Track&Field Run Series - Bodytech Savassi

, Belo Horizonte/MG

Resultados
+ Fotos e Resultados